Hoje vamos falar sobre harmonia

Quando nos tornamos tão chatos? Sério, pergunto de verdade!
Nada está bem, nada fica legal, nada funciona, nada é do nosso jeito, nada, nada, nada…

Nos tornamos na era da internet os maiores profissionais da indireta, uma das provas mais disputadas da era digital. Sim, eu encaro como esporte, afinal, o que se busca com indiretas é o resultado alcançado certo? Quanto maior a quantidade acertada, maior a atenção recebida.

As pessoas estão tão preocupadas na dramatização da vida que esquecem realmente de viver. É muito mais importante bradar, bater os dedinhos no teclado, trazer a banalização do sentir à tona e espalhar a ignorância do que enxergar o que acontece de verdade ao redor. É muito nada para muito tudo.

Mas o que importa de verdade, não é o que eu acho, mas o que faço ou tento fazer. Tenho um lema que carrego na vida e tento praticar na maioria das vezes, veja bem que disse maioria – porque também sou humana e estou sujeita a deslizes -, e esse lema é o famoso: “não faça com os outros aquilo que não quer que seja feito com você”.

frases_paz_de_espirito_platao

Pode parecer bem fraquinho o argumento mas o alcance é bem grande, te garanto. Faça um pequeno exercício de reflexão antes de sair bombardeando por aí, porque eu acredito em carma, e carma nunca falha, ele sempre volta. E se tem algo que dá voltas, é o mundo, e quando você menos espera ele deu a volta com tudo pra cima de você.

Então pratique a harmonização da vida. Não tem coisa melhor do que a paz de espírito, saber que mais um dia passou sem nenhum peso para ser carregado, porque essa leveza só nós somos capazes de construir. Ah que alívio.

Anúncios

Hoje vamos falar sobre o planeta Terra

Vocês sabiam que hoje é o dia da Terra? Não? Pois então estou aqui para notificá-los.

Fonte: http://www.fotosgratis.fot.br/borboleta/fotos-gratis-dandelion
Fonte: Fotos grátis

Quando a gente pensa em Terra, logo nos vêm a mente questões ligadas a ecologia. Não que isso esteja errado, muito pelo contrário, temos que pensar sim sobre ecologia, principalmente pelos problemas que estamos vivendo. Mas se você não é uma pessoa que consegue se manter totalmente no controle da sustentabilidade, a gente pode tentar entender, mas uma coisa que você tem por obrigação, é tratar bem as outras pessoas.

Não seja uma pessoa ranzinza e má educada só porque você não acordou bem. Eu e o coleguinha do lado não temos culpa disso, o máximo que podemos fazer é tentar entender sua situação no momento.

Lembre-se também que liberdade de expressão não te dá o direito de ofender ninguém e muito menos de disseminar seu ódio e preconceito a torto e a direito. Controle suas paixões, e quando digo paixão, não me refiro apenas ao sentimento maravilhoso que causam pequenas arritmias, mas também aos sentimentos das explosões, da fúria.

Aprenda também a manter um pequeno distanciamento das situações antes de querer causar um grande estrago, porque uma vez feita vai ser muito difícil reconstruir o que foi quebrado. E a maior causa disso é porque muitas vezes damos muita importância para coisas que não valem a pena. Um exemplo é quando seu amiguinho decidiu sair para comprar meias e não te chamou. Você ficou puto, afinal, como ele não deduziu que você precisaria de meias também? Absurdo não é?! Não. Geralmente a gente fica puto com coisas que não vão mudar em nada nossas vidas. Então, novamente encorajo vocês a tomar aquele distanciamento e analisar a situação antes de chutar o pau da barraca.

E por último, bebam muita água, é sério.

Posso te garantir que o planeta será um local muito mais agradável para habitar.

Hoje vamos falar sobre expectativas

Quem nunca teve expectativas que atire a primeira pedra e me ensine por favor.

expec

Expectativa nada mais é do que aquele ser que fica atrás de você o tempo todo, principalmente quando você está planejando algo. E ele aparece como quem não quer nada, do tamanho de um grão de areia, mas ele vai se alimentando com suas ideias e quando você se dá conta, já está maior do que a sua realidade.

Por exemplo, hoje enquanto escrevia este post já tinha milhares de expectativas me rondando, uma delas era sobre como as minhas indagações chegariam ao alcance mundial. Aí veio a realidade, aquela que chega sorrateiramente e que faz um estardalhaço: bobinha.

Isso é normal quando a gente faz planos, quando queremos traçar um futuro. Mas até onde isso é saudável? Até onde conseguimos lidar com isso? Quantas vezes em um estado de epifania que paramos tudo e perguntamos: é isso mesmo o que eu queria?

Engraçado que quando a gente é criança brincamos o tempo todo de expectativas. Lembra quando falávamos o que íamos ser quando crescer? Eu, por exemplo, queria ser cabeleireira. Eram essas minhas expectativas para o futuro. E hoje quando alguém me pergunta onde estarei daqui 5 anos, tudo o que eu vejo é uma tela azul. Afinal, não sei o que eu quero para o amanhã, imagina para daqui 5 anos.

Então a partir de hoje parei de criar expectativas. Sério. Estou até pensando em fugir para as montanhas, lá não tem expectativas. Ou será que tem? Já pensou você chega lá na montanha ai encontra algo como…

Está vendo? Não tem fim…

Hoje vamos falar sobre o futuro

A maneira que escolhi para falar sobre o futuro e o que eu espero desse futuro é através de uma carta que escrevi para o meu Eu de 10 anos atrás. Acredito que é uma forma de ver o quanto estamos sujeitos a mudanças de valores e comportamento. Sem mais delongas, divirtam-se, emocionem, deem risadas… acima de tudo, fiquem a vontade.

ponte

Querida Eu mesma de 10 anos atrás,

Estou aqui no futuro pra tentar mostrar como as coisas mudam e inclusive você muda, e acredite, pra muito melhor.

Essa hora você deve estar na escola rodeada de pessoas que você acredita ser para sempre, mas nem todas serão. Algumas vão se mostrar mais passageiras do que você imagina, outras de anos atrás serão tão presentes como sempre foram e outras inesperadamente aparecerão e se tornarão muito importantes.

Vai aprender que os planos que a gente faz muitas vezes não dão certo, e isso não é sinal de fracasso, muito pelo contrário, servirá pra mostrar que nem tudo que a gente quer é significante o possível que não possa ser deixado para outra oportunidade.

Você não vai ser mais essa pessoa que pratica esportes. Eu sei, my bad. E você vai se arrepender um pouquinho por não ter estudado mais no ensino médio, mas aí você vai lembrar as coisas que fez que o arrependimento se torna quase nada em relação as boas memórias. Mas relaxa que você vai tirar o atraso também.

Lembra quando você afirmava com todas as letras que nunca iria fazer uma tatuagem? Pois é, agora você tem uma e já se pegou fazendo planos de mais, mas, por enquanto você ainda continua na única. Você vai fazer planos de ir ao bingo quando completar a maioridade, só que infelizmente os bingos serão proibidos e isso será algo que você irá se queixar sempre.

Você vai mudar tanto em relação ao seu modo de agir em pensar, vai ser uma pessoa mais tolerante e aberta a discussões do que é agora. Vai deixar de lado as críticas negativas que recebe. Acredite, elas não te abalam tanto quanto antes. Viu?! Você consegue!

Aquela tia que ligava todos os dias para saber como andam as coisas vai partir, e isso vai marcar de um jeito que você levará tempo pra entender, principalmente por causa do modo da partida.

Sua relação com a família em casa nem sempre serão flores, mas você sabe que família é assim mesmo. Irá discutir muitas vezes com sua mãe para 5 minutos depois estar tudo bem de novo. Seu pai ainda vai te chamar de bebezão e falar eu te amo todas as vezes que desligar o telefone, hoje você reclama, mas 10 anos depois é motivo de orgulho.

Você nessa altura acredita que será uma grande juíza, mas acredite que irá mudar de ideia aos 45 segundos do segundo tempo e não irá se arrepender nem um pouco. Um segredo: o motivo de você mudar de carreira é a sua paixão nesse momento e que só vai aumentar com o tempo.

O seu time do coração vai ganhar a libertadores e o mundial de uma maneira tão linda que você até hoje não acredita, e nesse momento estamos muito bem nos campeonatos que estamos disputando. E o Brasil vai perder mais uma copa em casa, só que dessa vez não chegamos nem a final e a eliminação até hoje é motivo de piada.

Solidão é uma palavra que você não vai saber o real significado, já que vai conhecer muita gente bacana em diferentes momentos. Algumas vão passar rapidamente por determinados momentos, mas te deixarão lembranças fantásticas, outras vão ficar por um tempo e não irão te acrescentar muita coisa e outras você vai fazer de tudo para que sejam eternas.

E sabe o que é mais incrível? A única coisa que você não mudou, e que pessoalmente eu acho fantástico, você ainda faz as pessoas darem risadas, mesmo sem querer e sem ser de propósito. Ok, algumas vezes vão ser propositalmente.

Com amor,

Rafaela.

Hoje vamos falar sobre o blog

Sim, isto mesmo que você leu, o primeiro post é dedicado exclusivamente ao blog.

Por quê?

Porque eu vejo quase como uma necessidade de explicar qual o sentido de criar isso aqui, é como se fosse um projeto no qual me aventuraria por alguns textos expondo opiniões e ideias sobre temas rotineiros, do nosso cotidiano sem tentar ser tendenciosa ou formadora de opinião, até mesmo quem sou para querer isso, certo?!

Ainda não entendeu?

Seria uma tentativa, e espero que não seja fracassada de falar sobre tudo, às vezes com humor, pode ser ácido ou não, às vezes com uma tentativa de textos sóbrios e reflexivos e às vezes apenas um texto qualquer só para passar o tempo.

E prometo que tentarei responder comentários, mas já aviso de antemão que posso falhar nessa missão, então não espere muito.

Então é isso, retornarei em breve.

Inté.