Hoje vamos falar sobre expectativas

Quem nunca teve expectativas que atire a primeira pedra e me ensine por favor.

expec

Expectativa nada mais é do que aquele ser que fica atrás de você o tempo todo, principalmente quando você está planejando algo. E ele aparece como quem não quer nada, do tamanho de um grão de areia, mas ele vai se alimentando com suas ideias e quando você se dá conta, já está maior do que a sua realidade.

Por exemplo, hoje enquanto escrevia este post já tinha milhares de expectativas me rondando, uma delas era sobre como as minhas indagações chegariam ao alcance mundial. Aí veio a realidade, aquela que chega sorrateiramente e que faz um estardalhaço: bobinha.

Isso é normal quando a gente faz planos, quando queremos traçar um futuro. Mas até onde isso é saudável? Até onde conseguimos lidar com isso? Quantas vezes em um estado de epifania que paramos tudo e perguntamos: é isso mesmo o que eu queria?

Engraçado que quando a gente é criança brincamos o tempo todo de expectativas. Lembra quando falávamos o que íamos ser quando crescer? Eu, por exemplo, queria ser cabeleireira. Eram essas minhas expectativas para o futuro. E hoje quando alguém me pergunta onde estarei daqui 5 anos, tudo o que eu vejo é uma tela azul. Afinal, não sei o que eu quero para o amanhã, imagina para daqui 5 anos.

Então a partir de hoje parei de criar expectativas. Sério. Estou até pensando em fugir para as montanhas, lá não tem expectativas. Ou será que tem? Já pensou você chega lá na montanha ai encontra algo como…

Está vendo? Não tem fim…

7 comentários sobre “Hoje vamos falar sobre expectativas

  1. Hahahaha adoro seu senso de humor!
    Eu confesso que até que lido bem com expectativas. Mas só quando são sobre coisas que eu posso controlar ou resolver somehow – acho que consigo sonhar com um pé, pelo menos, no chão. Mas admito que sou péssima com expectativas em relação aos outros. Quase sempre espero demais das pessoas… e quase sempre recebo de menos. E não sei até que ponto o problema é meu ou de outrem. Vida: aprendizado eterno!

    Curtir

    • 😀
      Eu pensava que não era uma pessoa que criasse expectativas, mas ultimamente estou me surpreendendo viu!
      Acho que é inevitável criarmos em relação as pessoas, mas a única coisa que não faço mais é esperar em troca aquilo que dou, porque se não me ferro bonito viu?!
      E vamos vivendo…

      Curtido por 1 pessoa

  2. Expectativas são phodas… Elas só surgiram no mundo para phodeream com a nossa vida. Sério mesmo. Para o que mais elas servem? Nada.
    Tudo o que eu faço na vida, faço pensando que vou deixar rolar, que não vou criar expectativas. HÁ! Não lembro de uma única vez que tenha atingido tal proeza.

    Será que alguém consegue de verdade? Do fundo do âmago? Afinal não vale só externar a indiferença, tem que sentir.

    Curtir

  3. Ah, as expectativas, essas ordinárias. Confesso que já tentei não ter nenhuma, ter pouco, ter muito, nada dá certo, ela é uma bicha incontrolável haha quando você menos espera… HÁ! Ela dá um tapa na sua cara. Eu acho que o segredo, apesar de ser muito difícil, é criar expectativas sim, mas deixar anotado no cérebro, mesmo que em um cantinho, que se a coisa não sair como você espera, você vai ter que seguir em frente. TÃO DIFÍCIL SER XOVEM. Quero ser criança de novo, doía menos.

    Beijo Rafa!

    Curtir

  4. Para ser beeeem honesta, eu não sou uma pessoa que cria muitas expectativas sobre outras. Acho que crio mais com coisas idiotas, como discos que vou ouvir ou livros que lerei…hahaha! Mas o fato é, que não adianta a gente tentar reprimir as expectativas. Quando as tenho, as deixo enterradinhas, mas levemente superficiais, ao mesmo tempo. Acho que a realidade é que evitamos muito sofrer, quando o sofrimento é sim, necessário. Temos medo demais de nos machucar, quando precisamos disso. É claro que não podemos viver de sofrimento, ficar cerceado de coisas ruins sempre ou de se deixar abalar por coisas negativas o tempo todo. Mas o fato é que a dor e a decepção nos trazem perspectivas que não teríamos, caso nos mantivéssemos blindadas o tempo todo.

    Vamos procurar o equilíbrio?
    Mas tá foda, eu sei.
    hahahah!

    Beijinho, Rafa!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s